MAIS ACTUAL BLOG

Rui Costa Pinto - Jornalista/Editor/Publisher

sábado, maio 21, 2022

PORTUGAL NO SÍTIO CERTO

Seja em Kyiv, com o primeiro-ministro, seja em Dili, com o presidente, Portugal toma posição do lado certo da história.

P. M. A visita de António Costa à Ucrânia é muito mais do que folclore, basta atentar ao risco de segurança acrescido devido a mais uma pirueta institucional de última hora da presidência.

terça-feira, maio 17, 2022

PPP A SUBIR

Os encargos com os contratos de PPP (1.542,1 milhões de euros) registaram um aumento de 4,7% (68,6 milhões de euros) de 2020 para 2021.

SUSPEITAS DE CORRUPÇÃO DISPARAM

O crescimento de 42% dos casos de corrupção, em 2021, não surpreende. Nem o presidente, nem o primeiro-ministro, nem os cidadãos. A falta de resposta da Justiça também não.

segunda-feira, maio 16, 2022

SUÉCIA: NATO MAIS FORTE

 «O Governo decidiu informar a NATO do desejo da Suécia de se tornar membro da aliança».


METABALBÚRDIA

OLÁ LENINE

IPSE DIXIT. BOA SEMANA!


Kalush Orchestra

sábado, maio 14, 2022

ISRAEL NOS TEMPOS DE PUTIN

Israel, um dos mediadores da tentativa de paz na Guerra da Europa – pasme-se! – nem pelo funeral da jornalista Shireen Abu Akleh, assassinada pelas suas forças militares, demonstra respeito e compaixão. São os tempos de Putin no Médio Oriente.

JUSTIÇA: ESPANTO GERAL

Quatro dias depois do recurso apresentado por Lucília Gago, o Tribunal Constitucional respondeu. O comentário da juíza Teresa Violante diz tudo: «Estudem mais e façam menos figuras tristes».

sexta-feira, maio 13, 2022

PRESIDENTE NÃO QUER EXPLICAÇÕES DA ÁFRICA DO SUL

Um cidadão português morreu numa prisão sul-africana. Marcelo Rebelo de Sousa lamentou a morte de João Rendeiro, considerando que «não há mais nada a dizer». É mais um sinal da bandalheira institucional a que o país chegou.

P. S. António Costa, para já, ainda não se pronunciou.

quinta-feira, maio 12, 2022

E DEPOIS DE PUTIN

ESTADO NA LAMA

António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa bem podem tentar disfarçar o indisfarçável. O tratamento dado aos refugiados que chegam a Portugal, desde a Câmara de Lisboa (Fernando Medina) à de Setúbal, diz tudo sobre a atitude do Estado relativamente à garantia da privacidade. Sejam ucranianos ou russos.

P. S. Depois da "diplomacia silenciosa" só faltava mesmo a "falta de informação". 

FINLÂDIA: PASSO HISTÓRICO

Sauli Niinisto, presidente da Finlândia, e Sanna Marin, primeira-ministra, anunciaram que são a favor da adesão do país à aliança transatlântica PELO QUE o pedido de adesão deve ser feito rapidamente.

terça-feira, maio 10, 2022

LÚCIA AMARAL NA DEFESA DA PRIVACIDADE

A Provedoria de Justiça, liderada por Maria Lúcia Amaral, requereu a inconstitucionalidade de algumas normas da "lei dos metadados" (Lei n.º 32/2008, de 17 de Julho). Em causa estão a violação do princípio da proporcionalidade na restrição dos direitos à reserva da intimidade da vida privada e familiar, o sigilo das comunicações e a tutela jurisdicional efetiva. O Tribunal Constitucional deu-lhe razão. E a PGR, Lucília Gago, assina peça processual a contestar decisão.

segunda-feira, maio 09, 2022

DA MÃO ESTICADA AOS TREMOÇOS

BORREL AVANÇA

Josep Borrell, Alto Representante da União Europeia para a Política Externa, defendeu que União Europeia deveria «apreender as reservas russas em moeda estrangeira e usá-las para ajudar a pagar os custos da reconstrução da Ucrânia».

IPSE DIXIT. BOA SEMANA!


A nossa reação à invasão russa da Ucrânia
 não é sobre o 'Ocidente'.
 A agressão é uma violação da Carta das Nações Unidas
 que afeta o Ocidente, o Norte, o Sul e o Leste.

Josep Borrel

U2 KYIV. WHAT ELSE?


 

sexta-feira, maio 06, 2022

FAZEM LÁ TANTA FALTA COM UMA VIOLA NUM ENTERRO

POLÍTICOS, CLUBES E AUTARQUIAS SOB SUSPEITA

ESPANHA: JUSTIÇA VALIDA ESPIONAGEM DAS SECRETAS

quinta-feira, maio 05, 2022

EMPURRÃO DAS CONSTRUTORAS

Com a Guerra na Europa num ponto de viragem, as hesitações iniciais portuguesas – Marcelo insistia no silêncio e Costa não falava de agressão e invasão russas  – desembocaram numa espécie de "Para a Ucrânia, em força!". Deve ser por causa do apetitoso "bolo" da reconstrução, valores à parte, é claro.

CRIATIVIDADE INFINITA

O presidente considera que a «divulgação de resultados das petrolíferas» esteve na origem do descontentamento da população com a diminuta descida dos preços dos combustíveis. Ficou por saber qual poderia ter sido a alterativa: 1) Ignorar  a lei do mercado de capitais? 2) Marcelar os resultados trimestrais? 3) Divulgar os resultados daqui a 50 anos?

P. S. EDP apresentou prejuízos.

À ESPERA DE CONFISSÃO

A corrupção, as aventuras dos bancários do regime e a estagnação económica têm sido compensadas ao longo dos últimos seis anos pelo sistemático aumento da dívida pública portuguesa, uma das maiores do mundo.  Deve estar por um fio a declaração mais politicamente descarada de sempre de António Costa sobre o endividamento. Com a alta da taxa de juros, Mendonça Mendes, secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais, já deu o mote.

A QUESTÃO RUSSA

«À nossa modesta escala, Portugal parece não ter escapado à tentação de espiar por conta da Rússia os ucranianos fugidos, crianças sobretudo, aos sistemáticos bombardeamentos russos».

quarta-feira, maio 04, 2022

SEF E PSP TROCAM ACUSAÇÕES E INSULTOS

Enquanto o "malhador" prepara uma passeata ao Brasil, por causa Língua portuguesa, por cá reina literalmente a "liberdade de expressão" entre o SEF e a PSP. Estamos à beira do precipício, enquanto discutimos as trivialidades que assaltaram o prime time.

P. S. Enquanto  o presidente nada diz, a RTP corta a entrevista de Soraia Ramos ao ministro da Administração Interna para transmitir, em directo, as gracias do rei de Espanha e mais umas banalidades presidenciais. 

BANHA-DA-COBRA CORREU MAL

 A promessa quantificada  de descida do preço dos combustíveis, anunciada por António Costa, não passou de mais uma banha-da-cobra. A confirmação é da ERSE. O mais extraordinário é que foi o próprio primeiro-ministro que o revelou.

P. S. O presidente não comenta, porque não tem dados. Hilariante!

A LIÇÃO DA GUERRA NA EUROPA

A Guerra na Europa confirmou a necessidade imperiosa de reforçar o combate aos negócios de Estado com as ditaduras sanguinárias, à corrupção, ao branqueamento de capitais e aos lucros a salvo nas offshores por esse mundo fora. A militarização dos Estados da União Europeia apenas serve para engordar a indústria de defesa. 

NÃO INCOMODEM O PRESIDENTE

Marcelo Rebelo de Sousa afastou qualquer tomada de posição em relação a mais uma atoarda comunista sobre quem denuncia a violação dos mais elementares direitos humanos dos refugidos ucranianos. Qualquer questão que extravase os discursos pomposos, as condecorações escandalosas e demais banalidades formais não conta para o presidente.

GUTERRES VEZES 100

A iniciativa de António Guterres, apesar de tardia e de todos os erros, resultou na libertação de cerca de 100 civis da fábrica de Azovstal em Mariupol.

terça-feira, maio 03, 2022

FINLÂNDIA E SUÉCIA À BEIRA DA NATO

O previsível anúncio oficial da adesão da Finlândia e da Suécia à NATO é a prova que ditador/superpotência não podem determinar as escolhas de países soberanos e livres, pequenos ou grandes.

P. S. Sauli Niinistö (presidente da Finlândia) e Magdalena Andersson (PM sueca) não são pelo silêncio, mas sim pela acção em defesa dos valores democráticos e da segurança dos seus povos.

REGABOFE NA BANCA

O aumento dos custos anuais imputados ao consumidor pelos principais serviços bancários foi, em média, de 47%. E, em relação aos cartões de débito, vulgo multibanco, atingiram os 163% de subida. Como se não bastassem os milhares de milhões de euros das aventuras dos bancários do regime. Com este poder político, o regabofe da banca não tem limites.

INFORMAÇÃO AO SERVIÇO

Só um jornalismo muito acéfalo e/ou mentiroso replica, impunemente e até à exaustão, a declaração ao mais alto nível institucional que Portugal é um bom exemplo no acolhimento de refugiados. Para a total falta de dignidade profissional só falta mesmo passar a recordar que também somos exemplo no acolhimento de imigrantes, quiçá com imagens de Odemira.

domingo, maio 01, 2022

DESCARAMENTO POLÍTICO SEM LIMITES

António Costa já não surpreende. À beira de completar sete anos como primeiro-ministro, e depois de ter exercido funções governamentais nos últimos 27 anos, vale a pena registar a sua última indignação política: «Cerca de 10% de quem declara rendimentos do trabalho está abaixo do limiar de pobreza». De facto, imperdoável.

sexta-feira, abril 29, 2022

ANA CATARINA MENDES: DESCARAMENTO POLÍTICO

O discurso de encerramento do debate do Orçamento do Estado 2022, levado a cabo por Ana Catarina Mendes, ministra Adjuta e dos As untos Parlamentares, é de um descaramento político tal que vale a pena guardá-lo.

PORTAS GIRATÓRIAS EM RISCO

«O fim das 'portas giratórias' trará mais transparência à Justiça». O conselheiro Henrique Araújo, presidente do Supremo Tribunal de Justiça, quer alterar estatuto dos magistrados judiciais: quem for para a política, não poderá regressar à judicatura.

CONTADO NINGUÉM ACREDITA

António Costa, um dos alegadamente enganados, do alto de mais uma bancarrota provocada por um governo socialista, tem o topete político de recordar na Assembleia da República, em tom de acusação, a austeridade de Pedro Passos Coelho. Só visto, contado ninguém acredita.

quinta-feira, abril 28, 2022

PORTUGAL EM DELÍRIO

Enquanto os sem abrigo se matam à facada por um sítio para dormir – os sem abrigo que o presidente prometeu retirar das ruas –, o governo afiança no Parlamento que não há austeridade.

FINALMENTE: BIDEN, ACÇÃO

Joe Biden vai pedir ao congresso 33 mil milhões de euros para ajudar militarmente os ucranianos. A mensagem do presidente dos Estados Unidos da América é clara: os russos não vão ganhar na Ucrânia.

P. S. O choradinho dos riscos de humilhação dos russos vai começar.

NO ISCTE É QUE ESTÁ A RECEITA

«PS inviabiliza audição de Medina e Heitor sobre financiamento. Requerimento feito pela Iniciativa Liberal para a audição urgente do ministro das Finanças, Fernando Medina, e do ex-ministro, Manuel Heitor, chumbado pela bancada do PS».

quarta-feira, abril 27, 2022

ONU "DE GUTERRES"

Pressionado pela comunidade internacional, e até pelos seus pares, António Guterres visitou Vladimir Putin e partiu tarde e de mãos vazias para Kyiv. A diplomacia incompetente (cócoras) dá nisto: pedido de cessar fogo «assim que possível». O tempo de antena garantido ao carniceiro só não foi um total desastre porque o secretário-geral da ONU não podia deixar de afirmar a evidência da invasão.

METSOLA A LIDERAR A EUROPA

Ao mesmo tempo que a Gazprom corta o gás aos russos e aos búlgaros, Roberta Metsola defende um embargo total ao petróleo, gás e carvão russos. E a presidente do Parlamento Europeu vai mais longe, afirmando que o apoio europeu à Ucrânia é insuficiente.

terça-feira, abril 26, 2022

COSTA PODE MAIS

A falta de escrutínio tem permitido tudo à governação de António Costa: desde anúncios de medidas que não são aplicadas na prática aos inconsequentes alertas presidenciais que nunca têm seguimento e consequências.

MAIS UMA AMEAÇA NUCLEAR, MAIS UMA INVASÃO

O padrão está estabelecido: Sergei Lavrov ameaça com a guerra nuclear. Um dia depois Vladimir Putin bombardeia a Transnístria. Maia Sandu, a presidente da Moldova (Moldávia), hoje, convocou o Conselho Supremo de Segurança.

PELA PAZ NA UCRÂNIA

Dois meses depois do início da Guerra na Europa, os parceiros mais activos em intermediar as negociações da paz na Ucrânia são: Arábia Saudita (ditadura) Bielorrússia (agressor), Israel (fornecedor de armas), Roman Abramovich (oligarca), Suíça (branqueamento de capitais) e Turquia (violação dos Direitos Humanos). É preciso dizer mais?

GUTERRES À BEIRA DO DESCRÉDITO

O secretário-geral da ONU sentiu necessidade de começar por conversar com o agressor russo em vez de ouvir, em primeiro lugar, como lhe competia, o agredido ucraniano. Há apoios que falam mais alto. 

segunda-feira, abril 25, 2022

25 DE ABRIL: 48 ANOS DEPOIS

SANÇÕES AOS OLIGARCAS RUSSOS: QUAL É O BALANÇO?

No imenso mar de anúncios, para todos os gostos e feitios, falta o balanço das sanções impostas aos oligarcas russos, um escrutínio que não cabe nas auto-estradas da informação global. Os economistas Thomas Piketty e Joseph Stiglitz, entre outros, exortaram o G20 a criarem um registo global de bens para melhor visar as fortunas escondidas dos oligarcas russos.

IPSE DIXIT. BOA SEMANA!


Sei também que muitos dos nossos compatriotas votaram em mim hoje, 
não para apoiar as minhas ideias, 
mas para criar um obstáculo à extrema-direita.

Emmanuel Macron

sábado, abril 23, 2022

GUTERRES E SCHOLZ: O MESMO LADO DA POLÍTICA

Os fumos de corrupção, as hesitações que fizeram uma carreira e a falta de coragem política são um traço comum a António Guterres e a Olaf Scholz. O secretário-geral da ONU e o chanceler alemão são os principais aliados do carniceiro ao 58º dia da Guerra na Europa.


quinta-feira, abril 21, 2022

ZELENSKY EM PORTUGAL

Um discurso na Assembleia da República digno, sofrido e inteligente pela paz, contra a guerra e pela liberdade.

P. S. Presidentes e deputados aplaudem, de pé, enquanto o primeiro-ministro e demais representantes do governo permanecem sentados.

MACRON E LE PEN: O TRAÇO DISTINTIVO

O grande debate das presidenciais francesas revelou, em duas horas e meia, dois candidatos que reflectem o paradoxo da governação actual: de um lado, o campeão dos bancos, grandes empresas; do outro, a defensora das PME's e do poder de compra. Não admira que a União Europeia seja o traço distintivo entre ambos.

ASSANGE E JORNAIS PORTUGUESES

A decisão da justiça britânica que autoriza a extradição de Julian Assange não merece destaque em nenhuma capa dos jornais portugueses. Admirados?

quarta-feira, abril 20, 2022

PCP AINDA MAIS FRACO

Os deputados do PCP não vão estar presentes na sessão solene da Assembleia da República em que vai discursar o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky.

P. S. A presença do presidente e do primeiro-ministro é uma atitude correcta.

COSTA DE LEÃO

A falta de explicações para o caso Leão/ISCTE afecta a credibilidade do primeiro-ministro, do ex-ministro das Finanças e da própria instituição.

P. S. A senhora reitora não merece nem um único comentário, pois já sabemos o que a casa gasta, gasta, gasta.