MAIS ACTUAL BLOG

Rui Costa Pinto - Jornalista/Editor/Publisher

quinta-feira, agosto 31, 2017

What else?

Marcelo: procura-se! (actualização)

O presidente da República está mudo e calado! Vem aí uma resposta de génio? Ou o silêncio dos inocentes! Para já!

P. S. Marcelo já comentou as declarações de Cavaco Silva, alertando que não faz comentários sobre declarações de ex-presidentes... E mais. Não comenta nem mesmo declarações de futuros presidentes... Brilhante! Resultado: Marcelo foi mesmo ao tapete!

Viver dentro da bolha na Autoeuropa

Cavaco e o alerta

Para quem acha (arrogantemente) que já sabe e viu tudo: «Um alerta contra o regresso da censura». 

P. S. Marcelo saiu do país, outra vez, sem autorização do Parlamento?

quarta-feira, agosto 30, 2017

What else?

Viva a democracia operária

Uma década gloriosa para António Costa

Requiem pelo racismo?

Operação Marquês até 20 de novembro

Pedro Mota Soares: o velho apparatchik

«É normal nas empresas e na administração pública a participação em congressos e seminários, que possam incorporar conhecimento», diz o ex-ministro da Segurança Social. Qualquer dia são as viagens a Bali... Tudo pela formação e conhecimento, pois claro! E depois admiram-se...

Submundo dos contratos


Viciados em proibir

PCP continua com falta de pontaria

terça-feira, agosto 29, 2017

What else?

O regresso da censura

Consensos: Não farás a Costa o que Costa faz

Com direito a concerto dos Aerosmith

Alemanha: Merkel, PS e PSD

Desculpas? Peça-as Passos Coelho

A balada dos rapazes mimados

segunda-feira, agosto 28, 2017

Festas do Mar: what else?

Bate levemente


Milhões queimados

«Está a ser um verão trágico para o Interior».

Marcelo: para quem vai o cheque?

Depois da barraca da viagem a Lyon, com direito a monumental número, com cheque devolvido e tudo, Marcelo Rebelo de Sousa foi apanhado a viajar para Barcelona sem autorização do Parlamento. Eis um motivo de enorme relevância, mais um, para promover a tal revisão constitucional com um gostinho secreto muito especial. Afinal, ainda há umas coisinhas, não é?

Querem, podem e mandam

domingo, agosto 27, 2017

Festas do Mar: what else?

Preto e branco

Tudo igual?

Portas em forma

E mais descuidado em relação a certas pessoas: «José Eduardo dos Santos não é Mugabe nem Obiang»

sábado, agosto 26, 2017

O branqueamento de capitais e os negócios legítimos dos criminosos

Festas do Mar: what else?

Inspiração e transpiração

«No final arrisca-se a perder as duas».

#extravagante

Título do dia

Portugal e a austeridade: a história da carochinha contada no The Guardian

O País mártir

«Tanta moda enjoa quando vemos um país a sofrer com os incêndios».

sexta-feira, agosto 25, 2017

E agora, Angola?


Segue a maka Angola

«O que sabemos é que o MPLA acha que o MPLA ganhou de forma esmagadora».

Festas do Mar: what else?

Angola vista pela bolsa

As eleições angolanas mereceram alguns dos comentários mais hilariantes, desde opinion makers a jornalistas, sem esquecer os candidatos a senadores. Valeu tudo, desde a "incerteza" quanto aos resultados até aos "progressos" da democracia angolana. O resultado "provisório" está à vista: mais de 60% dos votos para o MPLA.

P. S. Para quem quer saber mais: 

Das bombas de Atocha à carrinha das Ramblas

A emoção dos números e o sucesso dos terroristas

Salvar a face

quinta-feira, agosto 24, 2017

Festas do Mar: what else?

A queda de um anjo

«Com tantas incertezas sobre o que significa de facto a “revolução” prometida por Macron, há uma medida que começa a ganhar contornos reais e promete aquecer as ruas em setembro. A reforma laboral proposta pelo presidente está a assustar os trabalhadores, e não é para menos».

Democracia em Angola


O clã ou o povo


quarta-feira, agosto 23, 2017

Dos Santos da casa

Festas do Mar: what else?

Um certo odor a bafio

Viver tudo outra vez?

Caladinhos

«Sim, Angola é frequentemente citada como uma das nações mais corruptas do mundo. Só que são precisos dois para dançar o tango. E se Angola é corrupta, Portugal é irmão. Sobretudo nesta última década, o nosso país tem servido de lavandaria, engomadoria, recreio, centro comercial, parque imobiliário e portal europeu para as grandes fortunas angolanas. Aliás, Portugal foi destacado pela sua permissividade no combate ao branqueamento de capitais e à corrupção, particularmente em relação aos angolanos, de acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico». 

Passos Coelho calado?

A dívida do Estado aumenta, aumenta, aumenta. Os números não enganam: No final de 2016 a dívida pública correspondia a 130,3% do PIB*; no final do segundo trimestre de 2017 subiu para 132,4% do PIB*. E o líder da oposição continua calado, caladinho. Por causa de uma certa imprensa que o continua a fustigar e intimidar, enquanto tenta disfarçar o que se está a passar à vista de todos?
*Banco de Portugal

Descansa em paz, Ocidente

terça-feira, agosto 22, 2017

As eleições autárquicas em três passos

Há milhares ansiando por um lápis azul


O interior que arde

Festas do Mar: what else?

Governo: e os bissexuais e os heterossexuais?

Graça Fonseca, secretária de Estado da Modernização Administrativa, entendeu assumir a sua homossexualidade. É lá com ela! A confirmar-se uma nova política de registo de orientação sexual, aguardam-se novas entrevistas em que os restantes governantes, bissexuais e/ou heterossexuais, também possam sair do armário, quiçá, organizar uma qualquer parade para comemorar.

Angola e o respeitinho

A tímida cobertura concedida da campanha eleitoral angolana diz tudo. Infelizmente - e pode ser que me engane -, a cobertura do acto eleitoral também deverá ser semelhante. É caso para dizer que o respeitinho é muito... feio!

Que futuro para o legado de "Zédu"?

Muamba

E depois do Zé Du

«O MPLA nunca permitiria eleições justas, especialmente no contexto atual».

Azar

segunda-feira, agosto 21, 2017

A privacidade acabou. Afinal, o que era a privacidade?

Festas do Mar: what else?

O fogo à tua porta

Quando chega a desconfiança?

A notícia é do Jornal de negócios. Novidade? Não! Mas vale a pena ler, reler e voltar a ler outra vez. «Défice externo quase duplica no primeiro semestre: O bom desempenho do turismo está a ser insuficiente para compensar o forte aumento das importações de mercadorias. Na balança de bens o défice equivale a quase 6% do PIB».

Menos sol

As baleias andam aí

Redes sociais de ódio

Sagrada carrinha


Estado de calamidade

domingo, agosto 20, 2017

O Estado frágil

«Nesta semana, um dos assassinos das Ramblas tinha 17 anos».

Do lado de dentro da janela

Festas do Mar: what else?

Se PCP e Bloco engolirem...

O encantador e ternurento desafio de António Costa ao PSD para um pacto, leia-se na boa tradição do Bloco Central, em que supostamente não são esquecidas quaisquer eventuais comissões, então acredito, sim, que a geringonça aguente até ao fim.

sábado, agosto 19, 2017

Não dependo apenas de mim

Festas do Mar: what else?

Barcelona e mais do mesmo

Mais atentados. Mais terroristas jovens. Mais mortos civis e inocentes. As mesmas soluções securitárias e redutoras do direitos individuais. A mesma invasão desenfreada do Estado na esfera privada. Mais do mesmo. E o resultado está à vista...

Diz-me como ris


Eu não voto em João Lourenço

Desafio à democracia

«O combate ao terrorismo está a falhar na Europa».

quinta-feira, agosto 17, 2017

What else?

O tweet mais “gostado” de sempre

A estranheza de Paulo Macedo

Costa e a janela de oportunidade

Os simpáticos números do crescimento económico não conseguem abafar o triste aumento da dívida pública, mesmo com a direita em dificuldades para passar a sua mensagem. A janela de oportunidade para eleições antecipadas, que permitiriam ao PS atingir a maioria absoluta, está a fechar a um ritmo alucinante.

Vem aí o filme sobre a Operação Lava-Jato

Metadados, diz-me com quem falas

A caca do Twitter

É por isso que alguns gostam de ser formiga

quarta-feira, agosto 16, 2017

Sua Santidade, o Governo

What else?

Marcelo em modo de lição

O presidente da República interrompeu as férias. E foi à Madeira fazer o que António Costa não fez em Pedrogão Grande. É uma questão de estilo? É! Mudou alguma coisa? Não! Mas faz a diferença! É uma forma de de entendimento do poder como serviço público...

"O negócio Oi/PT está no centro da Operação Marquês"

«Suspeitas de gestão danosa da Portugal Telecom».

Incêndios: novo culpado

E depois do anterior governo... do SIRESP... da PT... o governo descobriu a "mão criminosa".

Cante sem fronteiras

Não nos mandem calar

Que farei quando tudo arde?

terça-feira, agosto 15, 2017

What else?

Não precisamos de um pseudo D. Dinis

Sim, mas...

«Antes a delação premiada do que impunidade total ou pena cruel ou degradante».

Marcelo para a história...


P. S. É sempre no Verão, enquanto os portugueses estão distraídos e a banhos...


Gente como nós

O Verão quente do primeiro-ministro

segunda-feira, agosto 14, 2017

Um qualquer... quadros ao quadrado

Há gente e... gentinha. E chicos-espertos... E xulos (chulos)... E viva a opinião livre. E viva as putas e os putos sem complexos... 

What else?

Cronologia de uma desresponsabilização política

Máquinas burocráticas

Remodelar é saudável


A mudança está a chegar a Angola

Passos Coelho no Pontal 2017

Realidades virtuais

Touristexit


País a arder com PM desavergonhado

Quando António Costa afirma que não é com demissões que se solucionam os problemas, o primeiro-ministro não está a falar só de Constança Urbano de Sousa ou Azeredo Lopes. Está a falar de si próprio. Das suas responsabilidades na falta de prevenção e contratação do SIRESP. António Costa não tem perdão político. E só com muita falta de vergonha é capaz de continuar, impavidamente, a liderar o XXI governo constitucional.

As lágrimas do fogo


domingo, agosto 13, 2017

What else?

Cem anos. Tantos anos!

A ditadura da juventude

O PS e a ameaça de Sócrates à democracia

sábado, agosto 12, 2017

O Baile


Política irracional pode levar a catástrofe

Os planos secretos de Vara para calar os media

«As conversas entre políticos, banqueiros donos de jornais e até jornalistas para domesticar os media».

É Sábado! What else?

sexta-feira, agosto 11, 2017

A água de Oeiras

«Eis que senão quando, nos apercebemos que também o sistema de justiça tem de matar a sede em Oeiras, pelo menos Nuno Tomás Cardoso. Só isso explica que o juiz que foi membro da Comissão Política do PSD de Oeiras quando Paulo Vistas era presidente, que teve como padrinho de casamento o autarca e cuja mulher arranjou emprego na Câmara este ano, ache possível pedir para estar de turno para avaliar (e rejeitar) a lista de Isaltino Morais e de outro movimento independente. Só com muita água de Oeiras bebida alguém pode acreditar que com estes antecedentes podia tomar uma decisão destas sem consequências. Isso ou o espírito de total impunidade que cada vez mais grassa entre os magistrados, que se acham capazes de decidir o que quer que seja, sem que tenham que prestar contas à sociedade. É mesmo melhor pensarmos que é da água».

Fenómeno extremo


Ligações perigosas


Das narrativas morais

Oeiras: e não se pode recomeçar?

O espectáculo é tão degradante que recordei, por um instante, ter trabalhado no concelho de Oeiras. Felizmente, dei comigo a pensar que não me deixei contaminar. Não acabei na PT, CGD, Banco de Portugal, nem noutro qualquer sítio público à boleia da lixeira. Cool!

Huaweigate: mais um

Uma conspiração de espertos

Marcelo a dar, a dar, a dar

... Em Tavira, sem tensão.


quinta-feira, agosto 10, 2017

What else?

Os sinais de Agosto

Quando a intolerância nos sufoca

Reabre inquérito que investiga Lula e Portugal Telecom

Entre brisas e ventanias da silly season

Uma taxa de desemprego histórica

O (mau) trabalho das autarquias

Pensões sobem...

... Logo também sobe o risco de eleições ntecipadas.

Watch

«Facebook lança canal de vídeo para concorrer com o YouTube»

quarta-feira, agosto 09, 2017

What else?

A ASAE ao serviço de burlões

Turista bom, turista mau

Miscelânea de férias

Patrulha antiterrorista atropelada

Basílio Horta: novo record

Sempre achei que a melhor das melhores era viver num modesto T3 e ter um apartamento em Nova Iorque, mas Basílio Horta, agora, subiu ao primeiro lugar do pódio: declarou ao TC conta de 5,6 mil euros que, afinal, era de 5,6 milhões.

terça-feira, agosto 08, 2017

What else?

Trump ameaça Coreia do Norte

A situação na Venezuela

O ditador Maduro e a inteligência do governo

O regresso das claques

SIRESP - Porquê insistir no erro?

Como prega o PCP


Sobre o futuro do PS

Coisa passageira!

Estratégia recalculada condenada ao fracasso: Marques Mendes preocupado com o futuro de Passos Coelho e do PSD...

P. S. E a prioridade cada vez mais longe...

What else?

Lua, lua, lua

«Uma lua diferente em dia de eclipse parcial».

segunda-feira, agosto 07, 2017

“Aló presidentes!”

Um país sem melodia

A turma inteira

A derrota de Tsipras e a ilegalização da esquerda

What else?

Vai começar... Só sentindo!

Eclipse parcial da Lua

O paraíso secreto dos comunistas portugueses

Maduros da democracia


A lista dos cúmplices da tragédia da Venezuela

O combate ao enorme problema

domingo, agosto 06, 2017

Venezuela: Marcelo, Portas, Jerónimo e Louçã

Seria uma aliança improvável... Mas só para os incautos que seguem a política portuguesa como se de um novela mais ou menos rasca se tratasse. Hoje, o apoio à Venezuela, tal como o apoio a Angola e à China, ontem. Historicamente, o país e a nossa elite sempre foram assim. Sempre nos vendemos por pouco... Afinal, com as calças sempre embaixo...

P. S. Ai, as comunidades portuguesas, coitadas... Ai, a Oderbrecht... E o México...

Alhos e bugalhos

«Sim, a nossa elite política não se recomenda. E o povo tem uma queda patológica para a submissão. Mas quem pensa que o país é uma 'choldra', confundindo alhos com bugalhos, devia ser obrigado a um desterro terapêutico. Isso cura-se».

Jornalistas-polícias e polícias-jornalistas

Graça por aí uma grande confusão por causa de um directo televisivo com um pai que tinha acabado de perder uma filha. Goste-se, ou não, seja boa ou má, informação é informação, para quem quer ver ou não. Infelizmente, a mesma indignação não percorre o debate público quando se trata da mentira, da omissão ou do descarado jogo do abafamento, isto para não falar de outro tipo de verdadeiros mercenários confortavelmente sentados ao lado do poder.

Venezuela: Luísa Ortega Díaz

Eles não mudam mas o PS está a mudar

Governantes investigados




sábado, agosto 05, 2017

What else?

Cara sra. Blyton

Os banhos perigosos


Outra vez na dívida


What else?

sexta-feira, agosto 04, 2017

Ataque ao RSI

Verão: ponto e vírgula, reticências

A maldição do politicamente correto

Apelo das vítimas


Neymar versus Ronaldo quê?

What else?

quinta-feira, agosto 03, 2017

Temer: e o restinho

Não, não foi o afastamento de Dilma que envergonhou o Brasil. Nem foi o processo que condenou Lula da Silva, uma espécie de político-popular-indiciado-vigarista-ladrão. O que envergonha os brasileiros, hoje, é a salvação de Michel Temer... Por enquanto! O resto são ingénuos, idiotas e/ou avençados a fazer pela vidinha!

SNS tipo esquerda

Venezuela: Santos Silva, portugueses e negócios

A posição portuguesa em relação à crise que está a devastar o que resta da Venezuela começa a ser insuportável para quem tem o mínimo de respeito pelos Direitos Humanos. Mais tarde ou mais cedo não vai ser suficiente invocar a "defesa" da comunidade portuguesa para tapar negócios pouco claros realizados à sombra do Estado.

P. S. O PCP continua sem emenda. E a engolir sapos para fazer pela vida, perdão, pela sobrevivência do XXI governo constitucional. Uma coisa é criticar a ingerência norte-americana, outra coisa é defender o indefensável.

Sobre a crise da dívida na Europa

Atenção ao regresso da dívida

Proletarices

Portugal civilizado

É assim, quando o presidente passeia depois de jantar, como qualquer cidadão (apenas com segurança discretíssima), a gozar uma noite de Verão. Até parecemos um país civilizado... 

quarta-feira, agosto 02, 2017

What else?

Impunidade Futebol Clube

Coutadas e conflitos de interesse

Afinal, quem quis ir para além da troika?




A entrevista do Presidente

Crónicas de amor assolapado pela Venezuela