MAIS ACTUAL BLOG

Rui Costa Pinto - Jornalista/Editor/Publisher

segunda-feira, outubro 31, 2016

A geringonça da Caixa


As vírgulas que quiserem


A casta

domingo, outubro 30, 2016

A insustentável leveza de António Costa

Marcelo e Fidel

«Marcelo tinha muita curiosidade em conhecer Cuba e o assassino que os cubanos por lá conservam».

A difícil relação com a verdade


Sócrates leva autocarro para encher auditório

«Poucos socialistas marcaram presença no lançamento do livro de Sócrates».

Portugal no jogo europeu


quinta-feira, outubro 27, 2016

Entrevista a Cruzeiro Seixas

Presidência exibicionista e diplomacia de trocados

A visita de Marcelo Rebelo de Sousa ao ditador Fidel Castro, mais um capricho pessoal do Presidente da República, não pode ser confundida com a diplomacia de Portugal nem com o apoio ao povo cubano, mesmo que a diferença esteja nuns trocados que eventualmente podem favorecer um par de empresários amigos.

P. S. Afinal, já veio a público uma imagem do PR (sorridente) com o ditador Fidel Castro. Não é uma selfie,  paciência, mas anima uma certa malta.

A gestão da CGD e a falta de bom senso

O ministro Centeno não dá uma para a Caixa

«A mais recente decisão das Finanças de defender que António Domingues e o resto dos administradores da Caixa estariam libertos das obrigações dos gestores de empresas detidas pelo Estado e nomeados por ele é a cereja no topo do bolo».

Mistérios do Orçamento

Boas-novas


Parcerias na Saúde



Um novo mamarracho

«O MAAT criou nova barreira entre a cidade e o rio».

Marcelo (sorridente?) e o ditador

Nem uma selfie com Fidel Castro. Para já! 

P. S. Quem se segue? José Eduardo dos Santos? Kim Jong-un?

quarta-feira, outubro 26, 2016

O amigo alemão

A Linha de Cascais está a morrer e o governo não quer saber

Um erro do governo

Escrutínio na Caixa


terça-feira, outubro 25, 2016

Governo de Costa: poucas cadeiras e muita lata

António Costa e mais um truque

«BCE diz que não exigiu fim do teto salarial na CGD».

Comandos: a culpa é dos enfermeiros?

Não basta apregoar aos sete ventos que toda a verdade será apurada. É por isso que Azeredo Lopes joga o seu futuro político na seriedade e credibilidade do inquérito às duas mortes e os 11 feridos ocorridos no 127º curso  dos Comandos. Para já, o Ministério Público já constituiu dois arguidos, por sinal enfermeiros com patentes sujeitas à hierarquia. É caso para perguntar: será esta a melhor forma de apurar toda a verdade?


P. S. Nunca é tarde para recordar "Uma questão de honra", com Tom Cruise, Kevin Bacon, Jack Nicholson, Kiefer Sutherland.

Salários da Caixa? Nem PS nem PSD, antes pelo contrário

A tragédia dos socialistas europeus

SMMP acordou

«Faltam magistrados do Ministério Público».


O mistério dos quadros escondidos

UMA CERTA VISÃO DA SOCIEDADE

segunda-feira, outubro 24, 2016

Portugal vai resistir?

Pedro Passos Coelho tem dado uma no cravo outra na ferradura em relação à Caixa Geral de Depósitos: ora alinha com o PS, ora revela atenção em relação ao estranho plano de recapitalização. António Costa, à frente das esquerdas unidas, continua a fazer de conta, ou seja, forte com os fracos e fraco com os fortes.

OE 2017: informação escondida

Lá está António Costa com os truques...

Saco azul Espírito Santo: regalório mais claro

Manuel Baganha, homem íntegro

Sonâmbulos sem destino

Europa a mais!

domingo, outubro 23, 2016

Assunção Cristas: o primeiro foi outro

O preço certo

Putin não quer o enfraquecimento, mas a desintegração da União Europeia

Colaboração premiada

Galamba e OE 2017

O diário do mais famoso preso de Guantánamo. E o relato (censurado) das suas torturas

O admirável mundo novo

sexta-feira, outubro 21, 2016

Catarina Martins começa a partir a loiça

Pedro Passos Coelho é o amigo para as ocasiões.

De guinada em guinada

A social-democracia está esgotada?

Justiça: ainda menos dinheiro

A escolha de Francisca Van Dunem para a pasta da Justiça está a ser um enorme sucesso. Cá dentro e lá fora. Nem sempre pelos bons motivos. E até, pasme-se, nem menos dinheiro para um sector que afunda, ano após ano, consegue acordar a oposição parlamentar, os magistrados e as associações profissionais e sindicais do sector. E Marcelo Rebelo de Sousa continua a sorrir.

Eduardo Cunha preso

A limpeza continua no Brasil. Como seria de esperar, à esquerda e à direita.

Angola: Portugal cada vez mais sob pressão

A fantasia que o dinheiro de Angola suspeito se não vier para Portugal vai para outro país, uma tese subscrita desde Paulo Portas a Marcelo Rebelo de Sousa, sem esquecer António Costa, é mais uma treta para enganar os portugueses, como se comprova pela atitude, entre outros vários países, dos norte-americanos: «Esquemas de Corrupção: Angola em tribunal nos EUA».

Uma verdade muito inconveniente

Favor não incomodar


quarta-feira, outubro 19, 2016

Rocha Andrade ao ataque

É preciso ler e reler. E ainda assim é difícil de acreditar: «Todos os membros do governo têm uma lista de entidades sobre as quais não devem tomar decisões».

Marcelo: auto-estima, pântano e bailete

Marcelo: auto-estima, pântano e bailete

Progressistas pela moral e contra os vícios

Luís de Sousa: a luta continua

O combate pela transparência e contra a corrupção também se faz nos corredores do poder. Às claras. Aos deputados da Nação. Para quem quer ver na Comissão Eventual para o Reforço da Transparência no Exercício de Funções Públicas.

António Domingues: a elite muito corajosa

António Domingues é um dos mais reconhecidos banqueiros portugueses. Experiente, competente e até com a coragem para alinhar com a estratégia de aliança com o dinheiro sujo que, como se viu, quase liquidou o BPI. É esse mesmo arrojo que lhe permite aceitar um novo desafio profissional a ganhar mais de 400 mil euros anuais na Caixa Geral de Depósitos. A nossa elite é muito corajosa. E para ela nunca falta dinheiro. Nem que seja, eventualmente, para tapar e/ou preparar o inconfessável. O tempo o dirá.

Os salários da CGD e as obsessões em curso

57 salários mínimos


Sporting e as competições europeias

Bruno de Carvalho devia reflectir sobre a razão pela qual o clube é sempre prejudicado pelas arbitragens nas competições europeias. Em vez de figuras rascas, tristes e de guerras de alecrim e manjerona, eis uma tarefa que deveria ocupar o presidente do Sporting.

terça-feira, outubro 18, 2016

Sócrates com todas as garantias

«Relação rejeita colocar Carlos Alexandre como testemunha».

Há Esquerda para além do Orçamento


Antes de desistirmos

Faroeste

A esquerda e as pensões mínimas. Não pode ser

segunda-feira, outubro 17, 2016

Marcelo que se cuide

É um facto digno de registo para mais tarde recordar. Menos de dez meses depois de ser eleito, Marcelo Rebelo de Sousa foi à Suiça. O que já não é de ignorar (nem coincidência!) é o discurso bafiento da pátria e do melhor país do mundo, ao estilo da primavera marcelista, que nos envergonhou a todos, e acabou como acabou. Ai, se não fosse esta esquerda e extrema esquerda da treta...

Imposto de comando


Orçamento eleitoral


domingo, outubro 16, 2016

SOS Europa

O Jogo do Rapa

OE 2017: desilusão e desculpas

António Costa e Mário Centeno limitam-se a continuar a olhar para trás para melhor tentar justificar a desilusão de um novo Orçamento sem soluções, estratégia ou visão de futuro.

Táxis, Guterres, Sócrates e a pobreza de Portugal

O homem da maratona

«Este orçamento é digno de Quina, a mestre carteirista».

sexta-feira, outubro 14, 2016

Vergonha

Orçamento Estado 2017: continuar a falar do passado recente

A proposta de Orçamento de Estado para 2017 tem sido uma enorme confusão de informação e desinformação. Resta a António Costa, envergonhado por ter de continuar a austeridade, agitar o fantasma da governação de Pedro Passos Coelho para melhorar justificar o falhanço das promessas nas últimas eleições que, aliá, perdeu, como tem vergonha política em admitir.

Do Estado social ao Estado eleitoral

quarta-feira, outubro 12, 2016

Alguém quer continuar a viajar na taxilândia?

A recente manifestação dos táxis, em Lisboa, revelou a verdadeira dimensão de uma classe que julga que pode continuar a ser protegida pelo Estado. E a prestar o serviço que lhe dá na gana. Sem concorrência, como em qualquer outro sector. Alguém quer continuar a viajar na taxilândia?

A China e Portugal. O jogo da super-potência emergente

A uberização do desemprego

O colapso de Lisboa

terça-feira, outubro 11, 2016

Sócrates: mais uma derrota

«Relação de Lisboa recusa afastar Carlos Alexandre da Operação Marquês».

A guerra dos táxis é apenas o começo

A cepa torta

Todos iguais, e o Deutsche Bank é o mais igual de todos


Espelho meu

«Política americana tornou-se um esgoto a céu aberto».

Vitórias suínas


segunda-feira, outubro 10, 2016

Lula da Silva soma e segue

Dossiê de amigos de Sócrates desaparece do MAI

Nem o papel pardo? Nem o cordel?

Era uma vez um perito

«Ao fim de oito anos de apoio pericial informático permanente e de proximidade restabeleceu-se a normalidade doméstica. Alguém descobriu que o contrato tinha atingido o plafond remuneratório admissível segundo as regras do mercado e não admitia renovação. A renovação do contrato até podia ter um quadro legal próprio mas não havia dinheiro. A falta de autonomia financeira dos DIAP tem um efeito de ácido sulfúrico sobre as boas práticas investigatórias. De nada valia a vantagem crucial para a investigação criminal, a racionalização dos custos, o interesse público a defender a todo o custo. O contrato do perito foi esmagado pelas regras burocráticas em vigor com a fria indiferença legal pelas necessidades tecnológicas da investigação criminal e o inexplicável respeito por regras adversas ao interesse da ação penal».

À esquerda perdoa-se tudo

O gangue dos taxistas que não quer concorrência

Foi-se um sonho lindo


domingo, outubro 09, 2016

Perigosos aprisionamentos


Táxis: é só fumaça

A manifestação, as vigilâncias tão ridículas quanto secretas e um país do passado.

Costa, China e máfia

Os negócios com a China vão de vento em popa. É o último reduto de uma máfia que continua a mandar em Portugal, à falta de Brasil e Angola que já eram. Marcelo Rebelo de Sousa até avisou os norte-americanos, qual Pilatos, no caso com as mãos pouco limpas mas sempre sorridente. Vai mais um negócio? Um órgão de comunicação social, com jornalistas também sorridentes? Nem Passos Coelho conseguiu pior.

Costa: a lei da rolha e Marcelo continua a sorrir

Os sem perdão

Trump: os verdadeiros apoiantes

O pântano está vivo

«O pântano político que Guterres despreza é o mesmo que o elogia».

As patas do Bloco


O orçamento e o futuro

Costa na China: vai mais um banco e Marcelo continua a sorrir

BCP e Novo Banco na agenda da visita de Costa à China

quinta-feira, outubro 06, 2016

A vírgula voltou

O perdão fiscal faz lembrar a vírgula de outros tempos. É esperar para ver...

Comentário desportivo: vale tudo?

Quem gosta de futebol já não aguenta tanta vulgaridade, grosseria e falta de respeito pelos adeptos dos clubes portugueses. Só faltava um presidente de um clube de futebol mandar calar os comentadores...

Perdão fiscal: escândalo à vista?

Guterres: a caminho do Nobel?

António Guterres é o novo secretário-geral da ONU. É um momento especial para um político especial que ainda tentou, com a sua corajosa demissão, em 17 de Dezembro de 2001, evitar o pântano em Portugal. Vai começar uma nova luta pela paz.

Guterres: à espera de Merkl e Ban Ki-moon

Os portugueses aguardam as felicitações de Angela Merkl ao novo secretário-geral da ONU.

Mendonça e Moura: a referência da diplomacia

Álvaro Mendonça e Moura e a sua equipa entraram nos anais da diplomacia portuguesa após a eleição de António Guterres para liderar a ONU.

Economista-chefe da DBRS alerta que Portugal está preso num círculo vicioso

Austeridade de esquerda e austeridade de direita

Ultrapassagens & derrapagens

A vitória da perseverança

As lições de Marcelo


MAAT, CP e o rolo de papel higiénico

No país de Marcelo, entre  sorrisos, afectos e  abraços, onde não faltam branqueamentos, condecorações e a inauguração de um museu faraónico e inacabado,  à custa da electricidade paga pelos pobres portugueses, com mais Mexia ou menos chinês, uma simples viagem de comboio entre Lisboa e Porto ainda se faz sem internet, com nojentos W.C. e rolos de papel higiénico para cidadão e turista mais tarde recordarem como este país é na realidade.

Governados pelo Xerife de Nottingham

quarta-feira, outubro 05, 2016

ONU: Guterres vence votação

É uma notícia importante para a ONU e para Portugal. António Guterres, Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa e Augusto Santos Silva estão de parabéns!

Justiça, tontos, avençados e topete

Impressiona a turba que se indignou com as entrevistas de Carlos Alexandre e que se calam e calaram em relação a Rui Rangel. Parecem tontos! Será que são avençados? Uma coisa é certa: é preciso ter muito topete.

Fernando Medina à boleia

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, ao bom jeito de Sócrates e Costa, não perdeu a oportunidade da celebração do 5 de Outubro na Praça do Município de Lisboa para fazer um discurso de campanha eleitoral, aliás bem medíocre, ao nível de quem lidera uma autarquia sem ter ido a votos. Compreende-se melhor, agora, o seu empenho na solução que permitiu o governo em exercício.

5 de Outubro de 2016

E viva a República!
Apesar da corrupção, dos embustes e da corrupção.

terça-feira, outubro 04, 2016

Lula e Sócrates: em road show

O ex-presidente brasileiro e o ex-primeiro-ministro português anunciaram um road show nos respectivos países. Só falta saber qual é a agenda de cada um dos ex-governantes. Campanha política? Ou campanha para tentar descredibilizar os processos judiciais em que estão envolvidos?

Diabo de Costa: Schäuble ou Oettinger?

O PM português tem mais uma dor de cabeça para gerir na data em que assinala um ano de governação. Desta vez não foi Wolfgang Schäuble, o ministro das Finanças alemão. O "novo" diabo de Costa chama-se Günther Oettinger: o comissário europeu, no Parlamento português, considerou que a necessidade de Portugal ser de novo resgatado é «maior do que 0%».

Libra a cair

A moeda do Reino Unido continua a cair nos mercados, depois de Theresa May anunciar que o mecanismo de abandono da União Europeia será desencadeado em Março próximo.

Trump e os outros

A mais recente polémica sobre os impostos de Donald Trump animaram os opinion makers portugueses. Não faltaram ajdectivos (e até insultos) para deitar abaixo o candidato presidencial norte-americano. Extraordinário é que, curiosamente, reina o silêncio em relação ao que por cá se passa...

De Sánchez a Costa: o verdadeiro problema da social democracia

Uma fraude e um perigo chamados Sócrates

Isto nunca esteve tão bom

O labirinto traumático de Passos Coelho