MAIS ACTUAL BLOG

Rui Costa Pinto - Jornalista/Editor/Publisher

domingo, julho 09, 2017

Simplesmente inexplicável

«Foi preciso ter acontecido Pedrógão para redescobrirmos o que, afinal, estávamos fartos de saber: que não existe uma política florestal num país onde a floresta foi ocupando um espaço cada vez mais extenso – e vulnerável –, enquanto crescia velozmente o despovoamento do interior, e que os serviços de prevenção e combate aos incêndios viviam em estado de improviso permanente ou na dependência de equipamentos precários ou inúteis nos momentos mais críticos. E foi preciso ter acontecido Tancos para sermos confrontados com algo que não deveria surpreender-nos: o estado de deliquescência que corrói parte das Forças Armadas, mas levado, neste caso, ao nível extremo do anedótico (com as falhas de segurança e vigilância mais confrangedoras e humilhantes para a dignidade das patentes militares). Se pensarmos ainda na desautorização da ministra da Justiça com as anunciadas – e impensáveis – greves dos magistrados, nos dramáticos buracos na rede da Saúde ou nos improvisos apressados nos programas educativos, ficamos com a imagem de um Governo cujo epicentro se reduz cada vez mais à área das Finanças (de que tudo depende, sob a obsessiva tutela do primeiro-ministro). Para além dos inquéritos e das respostas, dos apuramentos «doa a quem doer», o que está à vista de todos é já simplesmente inexplicável».

Sem comentários :